Arquivo da categoria: imprensa

CQ Radioamadorismo #4

ze4qbrau

A edição #4 da CQ Radioamadorismo (julho/Agosto 2012) já está pronta e em alguns dias começa a ser enviadas para os assinantes e ofertada de forma avulsa no site da Radiohaus. A matéria de capa é a entrevista com a Sra. Alda Niemeyer, PP5ASN uma das radioamadoras mais conhecidas do Brasil.

FENARCOM 2012
Feira Internacional de Radiocomunicação
8 a 11 de Novembro
www.fenarcom.com.br
CQ Magazine Brasil
Radioamadorismo, Comunicações e Tecnologia
www.cqmagazine.com.br

CQ Radioamadorismo #3

A terceira edição da CQ Radioamadorismo está excelente! Como a revista é bimestral, eu procuro ler vagarosamente cada artigo para prolongar o prazer de ter uma publicação 100% voltada para o radioamadorismo em idioma português, mas nesta edição não consegui me segurar. Em menos de dois dias devorei a edição inteirinha, pois todos os artigos estão muito bons.

O editorial do Erwin, PY2QI chama atenção sobre um velho debate: eliminação do exame de CW para ingresso e promoção de classe no Serviço de Radioamador. Ele defende que eliminar o CW favorecia a expansão do hobby no Brasil, assim como ocorreu nos EUA. Lá, na terra do Tio Sam, desde que o CW deixou de ser exigido nos exames para radiamador, há 5 anos, surgiram cerca de 45 mil novos radioamadores. O debate sobre eliminar ou não o CW no Brasil precisa ser feito, mas a questão mais importante, de fato, é qual a melhor forma de tornar o ingresso no radioamadorismo mais eficaz. Ou seja, após eliminar o CW, que tipo conhecimento o cidadão deveria ter para se tornar radioamador.

O Rudolf Grimm traz um excelente artigo sobre as interações entre radioamadores-radioescutas e chama atenção para o valor do Cartão QSL, a cortesia final de um contato. Em seguida, uma história fascinante de um garoto que torna-se radioescuta por influência do seu pai e persegue seu sonho de comprar o receptor perfeito.

No artigo inaugural da coluna VHF+ sobre o fascinante mundo do DX acima de 30MHz, o Flávio, PY2ZX faz uma brilhante introdução sobre os principais conceitos sobre contatos via rádio nas frequências altas.

Na coluna “Boatanchor Radio”, o Adinei, PY2ADN trás a primeira parte da história da Delta, tão importante no passado que tornou-se parte da história do radioamadorismo nacional.

O Alex, PY2WAS, abre a coluna “DXpeditions” com um excelente artigo sobre a excelente DXpedição HK0NA, Malpelo realizada no início de 2012. Em seguida, trás detalhes sobre as DXpedições a Rotuma 3D2R, Santana de Fora PS5F e Trindade, PP0T.

Em memória dos 100 anos do naufrágio do Titanic, um artigo especial revela tudo que aconteceu na sala de rádio do navio desde o momento da colisão com um iceberg até o mergulho final para o fundo do oceano.

Quem ainda não é radioamador, vai encontrar um artigo interessante escrito pelo Erwin, PY2QI sobre como dar os primeiros passos neste maravilhoso hobby. O Erwin, PY2QI também assina um divertido e surpreendente artigo sobre o radioamadorismo na China.

Para fechar com chave de ouro esta terceira edição, a coluna “Projetos & Montagens” trás a 3a parte do artigo sobre a montagem de um transmissor simples e eficiente.

A CQ Radioamadorismo #3 pode ser comprada aqui ou você pode fazer a assinatura de 6 edições aqui.

Documentário: “Padre Landell – Fé na Ciência”

image003

No dia 05 de novembro, Dia do Radioamador, a TV Senado estreia o documentário “Padre Landell – Fé na Ciência”, uma produção que integra as comemorações dos 150 anos de nascimento do inventor gaúcho Roberto Landell de Moura. Landell foi responsável por importantes descobertas na área de telecomunicação e, de acordo com registros da imprensa brasileira, foi o primeiro cientista no mundo a transmitir voz humana sem fio por meio de ondas luminosas a uma distância de oito quilômetros, na cidade de São Paulo.

Com direção de Deraldo Goulart e produção de Lorena Maria, o documentário apresenta fatos curiosos da vida desse cientista brasileiro e mostra a herança que ele deixou para as ciências. O documentário tem a participação dos jornalistas Ethevaldo Siqueira e Heródoto Barbeiro, da jornalista e senadora Ana Amélia Lemos, do biógrafo Hamilton Almeida, do presidente do Memorial Landell de Moura, Ivan Dornelles, do radialista e ex-senador Sérgio Zambiasi e de dois grandes nomes da Comunicação no Brasil – Reynaldo Tavares e José Marques de Melo. A produção é uma parceria entre TV e Rádio Senado.

Cientista inovador

Gaúcho de Porto Alegre, Landell de Moura estudou Humanidades no Colégio Jesuíta de São Leopoldo-RS, cursou a Escola Politécnica no Rio de Janeiro e seguiu para Roma, onde estudou teologia, física e química na Universidade Gregoriana. Foi ordenado padre em 1886, quando finalmente retornou ao Brasil.

Conciliando sacerdócio e ciência, Landell desenvolveu princípios que mudaram o sistema de comunicação da época, baseada em telegrafia sem fio; realizou pesquisas com ondas curtas para alcançar maiores distâncias quando ninguém as empregava; fez transmissões por meio de ondas luminosas, mesmo princípio do raio laser e da fibra ótica; projetou um teletipo e um aparelho para transmissão de imagens décadas antes de oficializarem essas invenções e, muito antes do russo Semyon Kirlian, Landell de Moura conseguiu fotografar a aura humana. Em 1904 patenteou nos Estados Unidos aparelhos de telefonia e telegrafia sem fio e de transmissão de ondas.

Serviço:

Especial “Padre Landell – Fé na Ciência”, na TV Senado
Estreia: sábado, 5 de novembro, 21h30
Reprises: domingo, 06/11 – 15h30 | sábado, 12/11 – 20h30

Fonte: TV Senado

Ameaça ao Radioamadorismo agora é Política (1 de abril)

Comunidade EuropeiaAté agora, o maior impedimento para o avanço da tecnologia PLC – Power Line Communication, foi o alto custo para mitigar as interferências em outros serviços de comunicação que compartilham o espectro eletromagnético.

Os radioamadores, rádios broadcastings e serviços de comunicação privados ganharam uma batalha sobre o PLC, mas a guerra contra as tecnologias sujas ainda está só começando.

Segundo um documento ainda não-oficial, vazado na Internet para vários portais de notícias sobre radioamadorismo, o fim do nosso hobby como o conhecemos deve ocorrer em 2020.

A ameaça agora é política

O documento sugere que os custos da tecnologia PLC seriam drasticamente reduzidos se os atuais padrões de prevenção de RFI (Interferência por Rádio Frequência) a outros serviços como radioamador, rádios broadcastings e Faixa do Cidadão no segmento de Ondas Curtas fossem retirados.

Além disso, o documento ainda sugere um Projeto de Lei à UK Telecommunications (equivalente à ANATEL na Inglaterra) e à outras agências reguladoras da Comunidade Europeia retirando os privilégios de proteção contra interferência das estações broadcasting, radioamadores e serviço da faixa do cidadão.

Como argumentos para a implantação das sugestões, o documento declara que “as estações de broadcasting estão em rápido declínio, a maior parte da programação está migrando para a Internet” e ainda que “a finalidade da Faixa do Cidadão em ser um serviço de comunicação pessoal foi amplamente substituído pelos celulares”.

Sobre o Serviço de Radioamador, o documento é ainda mais radical:

O Serviço de Radioamador transporta comunicação sem qualquer importância que poderia ser feita usando a rede de telefones celulares ou a Internet. O uso das bandas de radioamador é puramente recreativo e poderia ser substituído por simulações online e serviços de conversas VoIP. Os radioamadores poderiam ocupar o segmento acima de 400MHz que de outra forma seria vendido para a iniciativa privada. Eles poderiam fazer seus experimentos mais confortavelmente, já que no segmento de ondas curtas (HF) nunca terão uma recepção livre de interferência.

A razão para tanto empenho para remover a proteção às nossas frequências fica clara quando vê-se que a adoção das tecnologias inovadoras, que são notadamente causadoras de interferências em HF, deve se tornar obrigatória em breve. No capítulo final, o documento justifica suas sugestões na eventual crise energética que a Comunidade Europeia pode enfrentar em 2020.

Para atingir a meta de redução de emissão de carbono e efetiva desativação de usinas nucleares pelo seu perigo iminente, a Comunidade Europeia aprovará uma Lei que determinará que 80% das propriedades utilizem smart_grids, um dispositivo que converte energia solar em elétrica e permite que a energia excedente seja compartilhada com a rede pública de distribuição elétrica. Estes smart_grids usam tecnologia PLC para informar o consumo e a quantidade de energia enviada para a rede pública em casa propriedade.

Os principais interessados na adoção dessa tecnologia são fabricantes chineses. O documento também informa que as empresas chinesas realizaram um estudo no qual determinaram que o custo unitário do smart_grid pode ser até 50% menor caso não fosse necessário eliminar as interferências em HF através de filtros notch e passa-faixas.

A conclusão do informe é “o custo para proteger o espectro de ondas curtas (HF) das tecnologias que serão essenciais para reduzir as emissões da Europa na próxima década e manter o bem-estar dos cidadão europeus são simplesmente proibitivos” e chama atenção que a o Parlamento da Comunidade Europeia aprove estas reformas até 1 de abril de 2012.

ICOM sem vítimas, mas teme Logística e Abastecimento

Tragédia no Japão – Nota da ICOM

Sobre a tragédia ocorrida no Japão no dia 11 de março de 2011, a ICOM America divulgou a nota abaixo:

terremoto_japao2"Icom Inc. e o recente devastador terremoto no Japão
Em 11 de março o nordeste do Japão foi atingido por um dos maiores terremotos já registrados. A Icom Inc. é uma empresa internacional com sua sede no Japão.
Felizmente, não temos conhecimento que alguém da Icom tenha se ferido. Não há danos relatados na sede da ICOM em Osaka ou em qualquer uma das nossas duas principais fábricas em Wakayama.
Ambas cidades, Osaka e Wakayama estão localizadas ao sul das áreas mais severamente afetadas. A Icom sofreu alguns danos menores em nossos escritórios de Tóquio e Sendai.
A maioria das instalações Icom e sistemas estão prontos para voltar ao trabalho normal. No entanto, a logística de fornecedores, e as falhas de energia futura afetarão a nossa empresa. É muito cedo para dizer quão grande impacto do sismo e suas consequências nos afetarão. Nós apreciamos seu interesse e preocupação com a Icom Inc. e iremos atualizá-lo assim que as informações se torne disponível.
Temos sorte que a maioria da família Icom, sobreviveu a esta crise intacto. Outras famílias não foram tão felizes, e muitas vidas foram perdidas.
Doações para as vítimas da catástrofe podem ser feitas através da Cruz Vermelha Americana (www.redcross.org) ou pela Cruz Vermelha brasileira. O Google também disponibilizou uma página sobre como ajudar (http://www.google.com/crisisresponse/japanquake2011.html)."
Traduzido e adaptador por Erwin Hübsch Neto, PY2QI do original http://www.icomamerica.com/en/features/earthquake.aspx

ARRL Convoca todos para defenderem nossas Bandas

Quando tudo falha...Uma proposta de Lei apresentada no Congresso dos Estados Unidos é uma ameaça real ao Serviço de Radioamador nos Estados Unidos, e, consequentemente, a todos os Radioamadores do mundo.

A proposta HR607 trata da implantação de um sistema de segurança nacional de transferência de dados em larga escala capaz de suportar catástrofes e ataques terroristas, em resposta aos ataques de 11 de setembro de 2001.

A maior parte das frequências que seriam reservadas para este sistema de comunicação não tem uso atualmente – é a antiga banda de TV UHF, porém a proposta também inclui o segmento de 420-440MHz que seria retirado dos radioamadores e vendido para exploração comercial.

A ARRL está convocando todos os radioamadores Norte Americanos para uma campanha massiva contra a HR607.

Abaixo um vídeo produzido pela ARRL explicando que os radioamadores não são contra a proposta HR607, mas mostra que o seguimento 420-440MHz é diariamente usado por milhares de radioamadores, serviços de emergências, satélites e repetidores ao redor do mundo.

Segundo a ARRL, esta é a maior ameaça ao Serviço de Radioamador da história.

Atualização em 02/abril/2011:

March 30, 2011

Dear Mr. Hays:

Thank you for contacting me regarding H.R. 607, the Broadband for First Responders Act of 2011. I appreciate hearing from you.

Like you, I agree that amateur broadcasters should be equipped with the tools and spectrum to respond to emergencies. H.R. 607 allocates a segment of the 700 megahertz block of spectrum (“the D-Block”) for public safety use. The original version of this bill would reallocate and auction paired spectrum in the 420-440 megahertz and 450-470 megahertz bands, currently used by amateur radio operators for emergency communications. However, you may be happy to learn that the bill’s sponsor, Rep. Peter King, has announced that the bill will be amended to protect those frequencies for their current users. H.R. 607 has been referred to the House Committee on Energy and Commerce, on which I sit. Should the Committee consider the bill, I will be sure to keep your concerns in mind.

Very truly yours,

JAY INSLEE
Member of Congress

 

“Emoção” faz o Radioamador diferente da Internet

wiredLogoNew

“De certo modo, não faz muito sentido o radioamadorismo continuar prosperando na era do Twitter, Facebook e iPhones”, é assim que a WIRED Magazine, uma das mais maiores publicações sobre tecnologia do mundo, abre o artigo especial “Why ham radio endures in a world of tweets” [Porque o rádio persiste em um mundo de twitters].

O artigo é muito bem escrito e perspicaz. Ele aborda de uma maneira leve os principais aspectos do nosso hobby em comparação com as modernas formas de comunicação a disposição na Internet e como estamos sobrevivendo a modernidade após um século.

Um trecho deixa claro o que realmente nos diferencia das demais formas de comunicação modernas:

“Para começar, há uma emoção mágica ao estabelecer uma conversa pelo rádio entre duas pessoas distantes que nenhuma comunicação via Internet mercantilizada pode competir”.

O texto discorre sobre nossas gírias – especialmente nosso 73, nossa tradição em trocar de cartões QSL, como obter a licença e enfatiza nosso papel durante tragédias recentes como o 11 de setembro e o terremoto no Chile e Haiti.

Já no final, o autor escreve:

“Mas não é simplesmente o romantismo de colecionar cartões que continua a inspirar os DXistas, sem o desejo de se comunicar livremente. Em vez disso, os radioamadores falam orgulhosos sobre pertencerem a uma “irmandade mundial”, com poucas regras e burocracia, e da habilidade de transcender idiomas, religião e raça – enquanto nunca sabem ao certo quem será o próximo contato”.

E finaliza assim:

“You can tweet all you like, but this is the way to communicate”
[Você pode twittar a vontade, mas esta é a maneira de se comunicar].

No Egito o Radioamadorismo “retrô” é alternativa à Internet

mulheresegito1A Internet está quase totalmente bloqueada no Egito desde 27 de janeiro, quando começaram as manifestações populares contra o regime autoritário de Hosni Mubarak, no poder há 30 anos. Como alternativa ao bloqueio da Internet, a população recorre a meios alternativos para se comunicar com o mundo.

Em matéria de hoje, o Estadão diz:

“Aparelhos com tecnologias já antigas, como máquinas de fax, aparelhos de rádio amador e modems discados, estão ajudando manifestantes egípcios a evitar o bloqueio imposto pelo governo à circulação de informações.  No dia 27 de janeiro, a internet foi quase que inteiramente bloqueada no Egito por ordem do governo, devido à onda de protestos contra o regime do presidente Hosni Mubarak.  Mas nessa situação, as tecnologias "velhas" continuaram funcionando e provaram ser uma saída para os manifestantes.”

Matéria do Estadão

O artigo informa que “O grupo We Re-Build disse que está acompanhando algumas frequências de radioamador e que vai repassar quaisquer mensagens recebidas, seja por voz ou por código morse”.

O radioamadorismo é considerado tecnologia “retrô”, mas aparece quando as tecnologias modernas falham.

“Vamos Ser Grande” divulgará Radioamadorismo para o grande público

Vamos Ser GrandeUm novo livro de uma dupla de autores “bestseller” do New York Times vai oferecer aos leitores uma exposição sem precedentes ao radioamadorismo.  O livro é a autobiografia de dois ícones do rádio comercial dos Estados Unidos: Rick Burgess e Bill “Bubba” Bussey, que são radioamadores desde criança e contam como esse hobby influenciou sua carreira de sucesso.

WE BE BIG [VAMOS SER GRANDE] (Thomas Nelson Publishers, data de publicação: 22 de março de 2011) é a autobiografia de Bill e Rick Burgess "Bubba" Bussey, cujo programa de rádio matinal é ouvido em mais de cinquenta cidades em toda a América, e por rádio via satélite XM.

A equipe já havia publicado vários livros que foram direto para o topo na lista de bestsellers do New York Times. O grande sucesso foi "Rick e Bubba Show" que apresenta uma visão do cotidiano e como ter uma vida animada e divertida.

 

Rick_BurgessBill_Bubba_Bussey_KJ4JJA conexão com o radioamadorismo vem de vários ângulos. Bill "Bubba" Bussey é há muito tempo um operador ativo. Ele é licenciado como Classe Avançada [nossa Classe A] com indicativo KJ4JJ. Ele cita o radioamadorismo como a influência que o levou a uma carreira como engenheiro de transmissão, empresário, um sucesso no-ar. Bussey fala no livro sobre como ele se tornou um radioamador em uma idade precoce e que tem estado ativo desde então. Ele frequentemente discute temas sobre o radioamadorismo no programa de rádio.

N4KCAlém disso, VAMOS SER GRANDE foi co-escrito com a ajuda do renomado autor Don Keith, que também por acaso também é um entusiasta pelo radioamadorismo. Don é radioamador Extra Classe [espécie de Classe B, no Brasil] e seu indicativo de chamada é N4KC. Ele é membro da ARRL – American Radio Relay League – e foi licenciado há quase 50 anos atrás. Keith tem mais de vinte livros publicados, tanto de ficção e não-ficção, e escreve sobre temas como o atletismo da faculdade, a radiodifusão, submarinos e história da II Guerra Mundial. Keith também é um radialistas de longa data, nomeado duas vezes pela Billboard Magazine como o "Personalidade Radialista do Ano". Ele mantém um site com artigos interessantes sobre o radioamadorismo, onde escreve sobre as mudanças tecnológicas e seus efeitos sobre mídia e radioamador.

Fonte: eHam.com

Uso de “Radioamador” proibido nos bancos de Salvador

Em Salvador (PY6), “radioamador” não pode ser usado nas agências bancárias.

Em Salvador, casos são registrados após lei em vigor

Tiago Décimo – O Estado de S.Paulo

A lei proibindo o uso de "celular, radioamador e congêneres" nos bancos de Salvador (BA) começou a valer em setembro do ano passado. No início, a fiscalização notificou alguns bancos por falta de sinalização e outros foram multados pelo flagrante do uso de celulares em suas agências. Atualmente, a delegacia especializada afirma que são registrados dois novos casos de "saidinha" por semana.
Fonte: Estadão.com.br

“Radio Amador oculto no painel” no Mato Grosso

Leia o trecho da reportagem publicada no caderno policial de um jornal do Mato Grosso:

A Polícia Militar de Naviraí apreendeu, na noite de ontem, por volta das 23h, um carro carregado com 20 caixas de cigarros de diversas marcas contrabandeadas do Paraguaio. (…)

No carro, os policiais localizaram um radio amador oculto no painel do carro.
Fonte: Midiamax

Agora, tente imaginar a situação: um radioamador – só se for anão – espremido dentro do painel do carro. O policial pergunta: bonito, hein?!

Que situação!!

Atualização: Naviraí localiza-se no Mato Grosso do Sul, e não no Mato Grosso como foi veiculado.

Os Verdadeiros Heróis de Nova Friburgo

Resgate em Nova Friburgo, RJRadioamadores de Nova Friburgo ajudam a cidade

Por Jarbas Torres Huguenin, PU1TRF

Este texto é uma expressão particular da mais sincera gratidão aos meus amigos Rádio amadores da cidade de Nova Friburgo, uma justa e merecida homenagem a este grupo do qual me orgulho de fazer parte há muitos anos, eu que já passei por muitas situações parecidas, venho observando indignado que as postagens e méritos não estão sendo direcionados a quem de direito.

Quando tudo parecia perdido, quando a escuridão cobria a cidade pela falta de energia elétrica, os gritos de socorro eram escutados a distância por todos que acordaram na madrugada e assustados buscavam entender o que estava acontecendo. Quando o método tradicional de comunicação (a telefonia fixa e móvel) não funcionava.

A visão geral era apenas chuva forte e muita lama cobrindo as ruas, toda esta maravilhosa tecnologia digital da internet não podia ser usada foi acionada uma rede de solidariedade, amor e dedicação incansável, uma união de amigos que contagiou toda a cidade e até seus familiares foram vistos trabalhando voluntariamente nos postos de recolhimento de donativos e os heróis lá estavam com seus próprios carros, motos, combustível, rádios, baterias e antenas a serviço de nossa sociedade carente de comunicação, indefesa diante da fúria da natureza, desnorteada a procura de seus entes queridos, separados da ajuda das autoridades e forças militares auxiliares que da mesma forma se encontravam, perdidos e sem o básico requisito para estabelecer a ação de socorro, ou seja: A comunicação.

Com a certeza do dever cumprido a estes operadores de rádio citados a baixo deixo o meu muito obrigado! A Deus também agradeço por vocês existirem e por serem meus amigos!

PY1KK–Geovane, PY1OJ–Luis Augusto, PY1NF–Paulo, PY1RQ–Ricardo, PY1MGI–Roitman, PU1PZP–Kaká, PU1JXJ–Paulo, PU1JXN–Felipe, PU1XJN–José Luis, PU1KMZ–Carlinho, PU1ROA–Antônio Marcos, PU1TSD–Gabriel, PU1YPT–Samuel, PU1JSC–Janderson, PU1PSJ–Jaci, PU1MVD–José Roberto, PU1PWP–Pablo, PU1OSO–Idail, PU1KRB–Getúlio, PU1OUV–Ouverney, PU1XJX–Rodrigo, PU1MMN–Mariano, PU1JEY–Gilberto, PU1JAI–Adilson, PU1TRB–Demétrio, e Operadores Marco Aurélio, Léo, Glauco, Ricardo, Cristian, Carol, Rocha, Ricardo Betel, Lisboa, Celso.

“O Rádio Amador não serve para aparecer, aparece para servir”

“Rádio Amador apreendido” em Santa Catarina

Mais um clandestino interferindo nos serviços públicos e um transceptor chamado erroneamente de “rádio amador” pela imprensa. Em Itajaí-SC, a polícia apreendeu um “rádio amador” (leia-se um transceptor) que estava interferindo na comunicação do Codetran, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Não divulgaram o nome do infrator, mas ele alegou que “não sabia que era proibido utilizar as frequências”. Foi processado e poderá pegar de 1 a 2 anos de detenção.

Abaixo a matéria na íntegra do Jornal de Santa Catarina:

"rádio amador" quer dizer transceptor

Link para o Jornal de Santa Catarina

LABRE e Correios no Lançamento do Selo Landell de Moura

labreEm nota, a LABRE – Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão, informa sobre a solenidade de lançamento do Selo Comemorativo aos 150 Anos de Nascimento do Patrono dos Radioamadores – Padre Roberto Landell de Moura, ocorrida no dia 21/jan em Brasília.

Brasília, 24 de janeiro de 2011

Prezados Conselheiros e radioamadores,

                         No mês de agosto de 2010, a LABRE, representada pelo seu Presidente do Conselho Diretor, o radioamador Gustavo de Faria Franco – PT2ADM, pelo seu Diretor Executivo, o radioamador Francisco Ricardo Favilla – PT2RY e pelo seu Diretor de Eventos, o radioamador Carlos de Souza Morgado – PT2CSM fez uma  visita ao então Presidente da ECT, Engº David José de Matos.

                         O motivo da visita foi solicitar à ECT o lançamento de um selo comemorativo em homenagem aos 150 anos de nascimento do Padre Roberto Landell de Moura.

                         O Presidente David nos recebeu muito bem, uma vez que estávamos acompanhados do Presidente da Associação Brasiliense de Construtores, que foi o responsável por conseguir a nossa visita.  O Engº David já foi assessor da associação, e o Gustavo – PT2ADM é diretor de Estrutura Metálicas da mesma.

                         Imediatamente o Presidente David mandou chamar a pessoa responsável pela área de filatelia da ECT,  Srª Maria de Lourdes Torres de Almeida Fonseca, Chefe do Departamento de Filatelia e Produtos. Quando o presidente consultou a Srª Maria de Lourdes o que era necessário para que obtivéssemos êxito em nossa solicitação, a mesma informou que tinha lembrança de uma solicitação feita anteriormente, e verificou que esta solicitação havia partido do Instituto Histórico e Geográfico do RS.

                         Como já havia um pedido anterior, e somando-se a nossa solicitação feita diretamente ao Presidente da ECT, passamos a ter contatos mais constantes com o Departamento de Filatelia, no sentido de que todas as informações fossem encaminhadas para o sucesso da nossa solicitação.

                         A partir daí a LABRE, através de seus dirigentes passou a passar material iconográfico e bibliográfico (fotografias, revistas, desenhos, imagens diversas e matérias) para a arte do selo.

                         Imediatamente, solicitamos à ECT que fosse feita uma solenidade em Brasília para o lançamento oficial do selo. A ECT nos informou que seria feito também solenidades no Rio Grande do Sul e em São Paulo.

                         Continuamos com contatos diretos com o Departamento de Filatelia até que no último dia 21/01/2011 tivemos a solenidade de lançamento do selo comemorativo dos 150 anos de nascimento do Padre Roberto Landell de Moura.

                         No referido evento, presidido pelo Presidente do Conselho Diretor da LABRE, o radioamador, Gustavo de faria Franco – PT2ADM, estiveram também compondo a mesa diretora dos trabalhos, o Diretor Comercial dos Correios, José Furian Filho, a radioamadora Therezinha Felix Cardoso – PT2TF, o radioamador Fernando Arthur Tollendal Pacheco – PT2FT E O Diretor Executivo da LABRE, o radioamador Francisco Ricardo Favilla – PT2RY.

                         No evento tivemos a oportunidade de ouvir as palavras do Diretor Executivo Francisco Ricardo Favilla – PT2RY e do Diretor Comercial dos Correios, José Furian Filho.

                         Para agregar às homenagens ao nosso patrono, a LABRE solicitou e lhe foi outorgado o indicativo especial ZV150LM, que estará no ar até o próximo dia 20/02/2011, operada por vários radioamadores.

                         Estiveram presentes  ao evento o Vice-Presidente do Conselho Diretor da LABRE, o radioamador Roberto Batista Pereira – PT7YV, ex presidentes da LABRE e da LABRE-D, bem como vários outros radioamadores e autoridades.

                         A LABRE através de seus dirigentes se sente gratificada de ter conseguido homenagear o nosso patrono do radioamadorismo com um selo comemorativo.

Gustavo de Faria Franco – PT2ADM
Presidente do Conselho Diretor

Jornal Nacional: 150 de nascimento de Pe. Landell de Moura

jn-landellO trabalho dos radioamadores foi importantíssimo em várias tragédias, como no desmoronamento do Morro do Bumba, em Niterói, no ano passado, na queda do avião da Gol, em outubro de 2005, e nas enchentes na Região Serrana do Rio, na semana passada. A atuação deles é uma tradição, nesses momentos.

Fonte: Jornal Nacional

RÁDIO CBN: Radioamadores Voluntários

CBN-logoSenhores,
Nós radioamadores estamos agraciados, parece que de uma hora para outra saímos do anonimato para a fama.
Hoje, (20Jan2011) foi a vez da Jornalista Liriane Rodrigues (Sistema Globo de Rádio) trabalhar uma bela pauta sobre ”os desconhecidos voluntários” que fizeram a diferença! Bem antes dos policiais, bombeiros e defesa civil chegarem eles já tinham informações precisas… O interessante é que mostra claramente que TECNOLOGIA não se dá bem
com catástrofes e nestas horas, o velho e bom ANALÓGICO dá conta do recado. Não é interessante?  Nós somos um grupo de comunicações que não falha jamais! Quero aqui também parabenizar todos os radioamadores que estão empenhados nesta luta, nesta batalha, que acima de tudo, dignifica o ser humano. Parabéns LABRE, RENER, ROER, e 11 METRISTAS, pelo excelente trabalho.
73’s
PY1WX / PY1001SWL / 3GB058
Op.Junior

Abaixo, o áudio da CBN:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

ICOM América doa rádios para a Tragédia no Rio de Janeiro

Icom_Amateur_logoA ICOM América, através da Radiohaus – sua representante no Brasil, está doando rádios de comunicação para entidades envolvidas no resgate e apoio às vítimas da tragédia ocorrida na região serrana do Rio de Janeiro.

Os rádios estão saindo hoje dos Estados Unidos e serão importados e doados através da Radiohaus, que fará um grande esforço para desembaraçar dos tramites alfandegários até o final da próxima semana. Serão 21 rádios portáteis IC-V80 e 1 rádio portátil para comunicação aeronáutico, modelo IC-A6.

Em nota, a Radiohaus informa:

Ainda essa semana serão escolhidas três entidades que estão trabalhando na região e que poderão se beneficiar dos equipamentos em outras situações emergenciais, e em breve anunciaremos os nomes das mesmas.

A ICOM é uma das maiores fabricantes mundiais de rádios de comunicação, especializada em equipamentos para radioamadores, aeronáuticos, marítimos e sistema digitais.

Sudão deve tornar-se duas Entidades DXCC

Sudão Norte & SulApós 20 anos de guerra, 2 milhões de mortos, Sudão caminha para se dividir, formar um novo país – e, provavelmente, uma nova entidade DXCC.

O Sudão realiza consulta popular para decidir seu futuro: continuar como a maior nação Africana ou dividir-se em duas nações independentes. Nos últimos 20 anos, uma guerra civil entre o norte, de maioria mulçumana e o Sul, predominantemente cristão, matou mais de 2 milhões de pessoas. A realização de um referendum foi parte do acordo de paz assinado em 2005.

Os primeiros resultados do referendum indicam que a larga maioria votou por separar o Sul do Norte e formar um novo país. O resultado completo da votação deve ser divulgado em 1 mês, mas é provável que a divisão acontecerá. Em Juba, provável Capital do Sudão do Sul, 96% dos votos foram favoráveis à separação.

Fonte: BBC