Arquivo da tag: equipamentos

Maneira segura de soldar Conectores UHF PL259

O Rio DX Group publicou um artigo importante para todos que buscam o aperfeiçoamento contínuo de sua estação de radioamador. Já pensou perder um contato raro ou ficar de fora de um contest porque, de repende, perdeu a recepção ou a ROE da antena está altíssima. Você vai suspeitar que a torre caiu, a antena quebrou, o cabo está cortado, etc… etc… para, no fim, descobrir que era apenas um conector mal feito?

Então, aprenda a maneira certa e segura de instalar um conector UHF PL-259 em um cabo coaxial RG-213.

IC-7100: Novo Compacto da Icom

Nas próximas semanas, a Icom coloca a venda no mercado o IC-7100, um transceptor compacto para operação móvel para HF/VHF/UHF all-mode. O novo modelo aposta em algumas funcionalidades interessantes para se destacar no disputadíssimo segmento de transceptores compactos.

A principío o IC-7100 parece ser apenas um substituto para o IC-7000 ou mesmo o IC-706, porém oferece DSP na etapa de IF, modo D-Star DV e tela sensível ao toque. A tela gráfica apresenta informações em gráficos, como a R.O.E e medidor mult-função. O rádio tem um slot para cartões SD que pode ser usado para gravar o áudio recebido e ampliar a capacidade de canais memorizados.

Assista ao vídeo do rádio apresentado pela primeira vez na Feira de Tóquio:

Novo TS990: Kenwood & Apple

Kenwood

Antes de me tornar um contesteiro visceral, minha fabricante de rádio predileta era a Kenwood. Na década de 1990, eu imaginava que nada poderia ser melhor que um Kenwood. Mesmo usando os dois rádios mais fascinantes já fabricados pela Kenwood TS2000 e TS870. Ao me tornar um contesteiro,  descobri que existia a Yaesu com sua série incrível do FT1000 e seus irmãos mais novos. Em 2001, como faziam todos os contesteiros migrei para o FT1000MP e fui um usuário e admirador deste rádio até meados de 2006, quando fiz QSY para Fortaleza. Aqui, conheci de perto outra pérola da indústria: IC756ProIII. Mas, confesso que nunca esqueci minha primeira paixão (Kenwood).

Acompanhei todos os lançamentos da Kenwood nos últimos 10 anos. Li reviews na esperança de que a Kenwood estaria tirando algo da cartola para desbancar a Icom e Yaesu, mas em cada um ficava mais claro que a Kenwood tinha abandonado o mercado de transceptores para sérios DXistas e Contesteiros. Mas isso tudo mudou quando li os primeiros comentários sobre o TS590 e pesquisei sobre seu revolucionário sistema de F.I.

A Kenwood estava de volta e em grande estilo! Com uma F.I. baseada em upconverter, no lugar das tradicionais F.I. downconverter presentes em quase todos receptores do mercado, o TS590 estava de volta e provocando suspiros (pelo menos me mim)!

Troquei e-mails com felizes e satisfeitos proprietários de um TS590. Consultei grandes contesteiros que estavam usando o TS590 em bandas baixas com sucesso. Li e reli o material técnico disponibilizado pela Kenwood e era verdade: o design do receptor oferecia resultados comparáveis apenas aos top transceivers do mercado (IC7800, FT5000 e K3). Portanto, além de colocar no mercado um excelente receptor por um preço atraente, cerca de $1.700, a Kenwood estava de volta com uma nova e surpreendente arquitetura.

Bem, você deve estar pensando: “esse artigo é sobre o TS590 ou o novíssimo TS990?”. Eu precisava fazer essa introdução para chegar a este ponto.

Apesar do impacto do TS590, este ainda não é um rádio top de linha. O ultimo rádio top de linha da Kenwood foi o TS950SDX, descontinuado (palavra estranha) na década de 1990. Então, era lógico que os engenheiros da Kenwood estariam preparando uma GRANDE surpresa para o mercado de sérios DXistas e Contesteiros utilizando o mesmo conceito do TS590. Finalmente, chegamos ao Kenwood TS990.

Os rumores sobre um novo rádio top de linha da Kenwood estão em toda parte na Internet. Vários fórums especulam sobre o que estaria por vir depois do TS590. Como nenhuma foto foi divulgada, os “artistas” começaram a soltar a imaginação.

Um italiano postou um vídeo de como seria a tela do TS990 (fora a criatividade do autor, essa imagem não tem nada de real):

Fora a criatividade do autor, essa imagem não tem nada de real.

Também apareceu uma foto de como seria o conjunto com um analisador de espectro acoplado ao rádio. Mas uma análise revelou que se tratava de uma imagem produzida no Photoshop (as regiões coloridas na imagem de baixo indicam que foram editadas):

dmy2uljn

Também surgiu uma foto de um rádio com tapumes, parecido com aqueles usados nos protótipos de carro para esconder as linhas do novo modelo:

Rádio com "tapumes" suportamente para esconder as novidades.

Verdadeiro mesmo até agora somente o anúncio da Kenwood na QST de maio 2012:

soihmdw4

Em nota oficial, a Kenwood provocou ainda mais a curiosidade dos radioamadores revelando alguns detalhes sobre o novo equipamento, mas sem mostrar qualquer foto:

April 18, 2012

New Amateur Radio Product to be Exhibited Prior to Worldwide Launch

JVC KENWOOD Corporation is proud to announce that the prototype of a state-of-the-art Amateur transceiver scheduled for worldwide launch under the KENWOOD brand in the winter of 2012 will be unveiled as a reference exhibit at Dayton Hamvention 2012 to be held in Dayton, Ohio, USA (May 18-20). It will also appear at events in Germany and Japan.

Reference exhibit model: TS-990 HF/50 MHz Transceiver
Featuring a dual TFT display and dual receiver, the TS-990 is a top-of-the-range flagship model in the KENWOOD Amateur radio line-up.

Prior to the launch of the TS-990, a prototype will be displayed as a reference exhibit at Dayton Hamvention 2012 in Dayton, Ohio, USA (May 18-20), at HAM RADIO 2012 in Friedrichshafen, Germany (June 22-24), and at Ham Fair 2012 in Tokyo, Japan (August 25-26).

Please note that as this product is under development, published information is subject to change without notice.

Fonte: Kenwood

Segundo a nota, a Kenwood tem o “orgulho de anunciar um transceptor estado-da-arte para radioamadores que será lanchado no inverno de 2012” (leia-se, no fim do ano). Um protótipo (leia-se pode ser somente um modelo em papelão dentro de uma redoma de vidro) será exibido em Dayton (18-20/Maio).

Com relação às funcionalidades do rádio, a Kenwood declara apenas que ele terá uma tela dupla de LCD, dual receiver (capacidade de escutar em duas frequências ao mesmo tempo) e que ele será o novo “top de linha” da marca Kenwood.

Nota do Autor: Parece que os executivos da Kenwood andaram aprendendo uma lição ou duas com o Steve Jobs. O lançamento do TS990 tá parecido um novo produto da Apple. Se houvesse uma KenwoodStore, eu ficaria lá na fila – sim teria uma longa fila de KenFãs (sic) – por dias e noites esperando o dia para ser o primeiro a comprar o novo TS990 que ninguém ainda não viu ou ouviu!

Lançamento Oficial do Elecraft KX3

KX3_1920

A Elecraft anunciou recentemente seu novo transceptor KX3 que literalmente coloca o mundo na palma da sua mão! Uma joia rara para QRPistas. O rádio opera em 160-6m, em SSB, CW, Digitais, AM e FM com potência de saída 10Watts PEP, DSP com funcionalidades avançadas e pesa apenas 700 gramas.

Este transceptor tem a arquitetura sofisticada de um SDR com roof filters (KXFL3) que resulta em um impressionante range dinâmico na recepção. Ele opera em PSK31 e RTTY sem necessidade de computador, e ainda oferece saída de áudio com sinais I/Q.

Abaixo, demonstração do KX3 em Dayton 2011:

Conheça mais o KX3 aqui. O rádio deve chegar ao mercado no fim deste ano.

Amplificador Tsunami: Uma Aposta e 3 anos de Trabalho

Há 3 anos atrás, Karl DC9DZ visitava seu amigo Burk DF5XV para conhecer seu novo projeto: Um amplificador linear de 1,6 tonelada com potência contínua de saída de 20kW em todos os modos, inclusive RTTY. Burk tem licença especial do governo alemão para transmitir em Ondas Curtas nas faixas comerciais com esta potência, mas não nas bandas de radioamador. O monstro – como o próprio Burk o chama, ocupa um quarto inteiro e é resfriado por uma grande turbina de ar.

Karl analisou bem o projeto do amigo Burk e no fim da visita fez uma aposta inusitada. Karl apostou com o amigo uma caixa de cerveja como ele poderia construir um amplificador linear com pelo menos 10kW de saída, alimentado por um rádio comum (100Watts) e capaz de operar em todas as bandas de radioamador, compacto que pudesse ser transportado no porta-malas de um carro comum. Burk achando a aposta uma grande loucura, aceitou o desafio.

No fim de 2010, Karl apresentou o Amplificador Linear Tsunami. O Tsunami pode ser alimentado com potência de entrada menor que 100Watts e alcança facilmente 15kW em SSB. O Amplificador Tsunami tem 31cm de altura, 57,5cm de largura e somente 58,5cm de profundidade e peso tal de 132kg. Achou muito pesado, estamos falando de um amplificador de 15 mil Watts!

Conheça mais sobre o PA Tsunami:

A válvula escolhida para o Projeto Tsunami foi a 4CX10000D que atende todos os requisitos com boa margem de segurança. Abaixo, comparação de tamanho entre 4X150A, Pv = 250W; 4CX1500B, Pv = 1.500W; e a 4CX10000D Pv = 12.000W.

Comparação de tamanho entre 4X150A, Pv = 250W; 4CX1500B, Pv = 1.500W; e a 4CX10000D Pv = 12.000W.

Na foto abaixo, veja o transformador de três ânodos de 10 KVA que pesa 70kg (parte inferior), sobre ele placa de controle central com transformador toroidal de 1200 VA (linha verde: 7,5V/75A de corrente de aquecimento), ventilador (azul), 7 diodos Zener (50W) para a grade (acima, atrás transformador toroidal). Dois diodos Zener (50 W) como o controle de tensão de polarização de grade de controle eletrônico preciso na parede de trás. Ânodo de proteção (à direita) capacitor, painel frontal com placa de exposição e controle digital de todas as operações de comutação (para 1/100 segundo) do amplificador, assim como a lógica de controle para os motores dos dois capacitores variáveis ​​a vácuo (Mitterrand, à esquerda)

Vista lateral do amplificador

Abaixo, a foto mostra o filtro Pi com bobina de rolo (à direita), a bobina de 10 m (centro superior) e dois capacitores variáveis ​​a vácuo com motor, superior de 500pF (15kV), inferior de 2,5nF (5KV). Na parte inferior estão os dois capacitores MP (32uF/6KV cada, um total de 16uF/12 KV) para a tensão do ânodo.

Vista do sistema de sintonia automática

Na parte de trás, localiza-se a válvula 4CX10000D e os dois motores de acionamento dos capacitores a vácuo (foto abaixo).

Vista traseira sem tampa

Foto do Amplificador Tsunami quase finalizado:

Amplificador Tsunami quase finalizado

Amplificador Tsunami finalizado!

Amplificador Tsunami finalizado

Detalhes do painel frontal gravados à laser:

Detalhe da seção gravada a laser no painel frontal

O Karl usou seu transceptores de 100Watts para testar o Tsunami. Ele mediu uma potência contínua de saída de 14,6kW em 40m. É possível que com uma potência de entrada acima de 100W, a potência final do Amplificador Tsunami seja ainda superior a 15kWatts.

Quanto custaria um amplificador linear desses? Segundo o autor do projeto, ele custa algo em torno de 1,70€ por Watts, ou seja 1,7 x 15 mil = 25,5 mil Euros (+/- 59 mil Reais).

Ficha técnica do Amplificador Tsunami

Ficha Técnica

Fonte: http://www.dc9dz.de/de/tsunami.html

DanAmps: Amplificador 50/144MHz de 1,5kW

Com a alta do ciclo solar, a banda mágica volta a ser uma opção para os DXistas. Mas nem todos os Amplificadores operam em VHF+. Uma boa opção é o PA produzido pela DanAmps.

Amlificador Linear DanAmps Dual Band (144 e 50 MHz) totalmente controlado por microprocessador

Principais características:

– Amlificador Linear DanAmps Dual Band (50/144 MHz) totalmente controlado por microprocessador;
– Mudança automática de banda;
– Potência de saída mínima 1,5kW sem limite de tempo de transmissão em todos os modos;
– Comutaçao TX/RX QSK com relê a vácuo de alto desempenho;
– Alimentação AC monofásica de 190-264 Volts ou trifásica de 360-440 Volts comutação interna manual;
– Fonte de alimentação para 3,5kW+ com transformador Unicore.

Site do fabricante: DanAmps

Redução de Impostos para equipamentos de Telecom

plantaoInfelizmente esta isenção não incluí equipamentos para Radioamador, mas poderia. O Governo, através da Câmara de Comércio Exterior (Camex) reduziu para 2% as alíquotas de Imposto de Importação incidentes em bens de informática e telecomunicações. A redução de tributo vale até 20 de julho de 2012. A lista de equipamentos foi publicada na edição de 17/fev/2011 do Diário Oficial da União.

Miguel Jorge, que preside o Conselho de Ministros da CAMEX, manteve os mesmos bens previstos na Resolução nº 43, de 22 de dezembro de 2006, na condição de "ex-tarifários", ou seja: por não serem produzidos no Brasil.

Já nosso tão esperado PL para isenção de impostos para equipamentos de Radioamador foi arquivado pelo Congresso Nacional, um lobby sobre a Camex poderia dar algum resultado, pois nossos amados rádios também estão na condição de “ex-tarifários”.

2a. Amostra de Telegrafia e Radioamadorismo

A imagem “http://py2brz.amprnet.com/images/noticias/capa/05032008144109.JPG” contém erros e não pode ser exibida.

No
próximo dia 10 de maio, o GCWC (Grupo CW de Campinas) realizará uma
apresentação pública em comemoração ao Dia das Comunicações no Brasil
(5 de maio). A data lembra o nascimento do Marechal Rondon, patrono das
Comunicações do Exército Brasileiro.

Continue lendo