Arquivo da tag: regulamento

ANATEL: Novo Regulamento de Fiscalização e Consulta Pública sobre o regimento interno

A LABRE, através do GDE, informa que foi publicado um novo regulamento de fiscalização e que ainda encontra-se aberta consulta pública sobre o regimento interno da ANATEL. Estes assuntos são de extrema importância para nós radioamadores e vale a pena dedicamos algum tempo sobre eles.

Olá amigos,

Duas informações sobre legislação da ANATEL:

1 – Saiu a NOVO regulamento de fiscalização:

http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalRedireciona.do?caminhoRel=&codigoDocumento=283088

2 – Até dia 09/06 estará aberta uma consulta pública (n. 20) muito
importante sobre o regimento interno da ANATEL. Lá estão previstos os
funcionamentos dos ritos como realização de reclamações, denúncias,
publicidade das decisões, desenvolvimento de normas, etc. É uma boa
oportunidade para o cidadão diretamente sugerir mudanças no
funcionamento interno da agência:

http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalNoticias.do?acao=carregaNoticia&codigo=26576

http://sistemas.anatel.gov.br/SACP/Contribuicoes/TextoConsulta.asp?CodProcesso=C1582&Tipo=1&Opcao=andamento

Aqui notícias anteriores já divulgadas pelo GDE/LABRE:

http://www.radioamadores.org/news/news-2012-38.htm

http://www.radioamadores.org/news/news-2012-35.htm

Flávio PY2ZX

CQWW 2012: Detalhes do Novo Regulamento

O Comitê apresentou o regulamento 2012 com pequenas mudanças, sutis diferenças na redação, mas que podem ter importante impacto sobre quem não gosta do jogo limpo.

A primeira grande mudança para a edição 2012 foi a drástica redução do prazo para envio dos logs para apenas 5 dias – com claro objetivo de evitar o “massageamento” do log após o contest. Esta mudança foi anunciada em nota aberta pelo Diretor do Contest, Bob Cox, K3EST; porém o regulamento passou por um checkup na redação para evitar interpretações oportunistas de algumas situações.

A redação do artigo 13 deixa claro que os indicativos copiados durante o contest não podem ser corrigidos com ajuda de fontes externas como banco de dados ou gravações:

“13. Post-contest correcting of call signs by using any database, recordings or confirming QSO’s is not allowed (Rule XII.2 always applies)”

Um ano atrás, o Comitê do CQWW promoveu uma campanha contra alterações no log pós-contest. Houve uma pressão pública contra o “Massageamento do log”, como é popularmente chamada a prática de utilizar fontes externas para corrigir erros no log antes de submetê-lo aos organizadores. Em 2011, o Comitê classificava esta prática como “anti-esportiva” e justificava dizendo que era “contra o espírito da verdadeira competição”, mas a partir de 2012 ela tornou-se oficialmente ilegal, fazendo com que os participantes pensem duas vezes antes de usar a Internet, gravações ou qualquer outra fonte de informação para consertar seus os erros no log.

O mesmo  artigo 13 também faz referência à Regra XII.2 que define muito mais claramente como e quando cada QSO deve ser registrado no log. Segundo a nova redação, o indicativo e as informações enviadas devem ser registrados no momento do encerramento do QSO:

“2. All sent and received exchanges are to be logged. In addition to the number exchange, the call sign sent by an entrant during a completed exchange, must be logged as sent by the entrant. All QSO exchanges must be logged upon QSO completion.”

Como não foi publicada nenhuma justificativa ou explanação sobre esta nova redação, é possível que o Comitê do CQWW usará receptores SDR para gravar o contest e verificará posteriormente se esta regra foi cumprida pelas estações em disputa pelos primeiros lugares.

Outro detalhe acrescentado ao regulamento terá um impacto visível sobre o abuso na potência utilizada durante o contest. O Comitê redefiniu a linguagem utilizada no artigo que trata sobre a potência de saída de cada categoria:

“You must not exceed the total output power limitation of your chosen category on any band. Total output power on any band at any time is measured at the output of the active amplifier(s)”

A nova redação define claramente que a potência de saída deve ser medida logo após a saída do transmissor final. Isso quer dizer que aumentar a potência no rádio ou amplificador linear para compensar as perdas nos conectores e nas linhas de transmissão passa a ser explicitamente contra o regulamento. Por exemplo, uma estação QRP deve ter 5Watts de saída no transmissor, independentemente das perdas de potência inerentes ao sistema irradiante até chegar à antena.

Os critérios gerais para as categorias Multi-Operadores também foram reescritos de forma mais clara:

“Multi-Operator Categories (all-band operation only): Any public QSO spotting help is allowed. Any number of operators is allowed. Total output power must not exceed 1500 watts on any band at any time”.

Confira o novo regulamento 2012 no site do CQWW. O regulamento em português ainda não foi atualizado.

Será que as novas mudanças no regulamento resultarão em um jogo mais limpo na competição de 2012? Estas serão mais uma das regras que não podem ser fiscalizada nas competições radioamadorísticas? Deixe sua opinião sobre as mudanças no regulamento do CQWW no formulário de comentário abaixo.

Consulta sobre Reforma do Regulamento de Radioamador

uwmhkkxg

A LABRE, Liga de Amadores de Rádio Emissão, após reunir-se com o Ministério das Comunicações e ANATEL para apresentar uma série de reclamações relativas a burocracia da normatização do Serviço de Radioamador, chegou a hora de fazer o dever de casa. A LABRE precisa apresentar uma proposta de atualização do atual regulamento que ordena o radioamadorismo no Brasil.

Para compilar este documento, os dirigentes da LABRE necessitam da participação de grupos, clubes, e radioamadores em geral, com propostas principalmente quanto ao ordenamento espectral com um plano de banda alinhado com a ITU, IARU e suas associações.

Abaixo, comunicado da LABRE com orientações sobre como colaborar nesta etapa:

Atualização no regulamento de radioamador

No mês de janeiro de 2012, a LABRE realizou uma série de encontros com o MINICOM e ANATEL encaminhando reivindicações da esfera administrativa, especialmente sobre prazos de licenciamentos, provas no interior do Brasil, atribuições espectrais e incompatibilidades eletromagnéticas.

Entre as soluções foi proposta a revisão do atual regulamento de radioamador.

A LABRE portanto convoca os radioamadores a enviarem sugestões até o dia 11 de maio de 2012, preferencialmente via a LABRE de seu estado ou ao e-mail: ps7dx <símbolo da arroba> globo.com.

O maior interesse ainda é a melhoria nos licenciamentos e ordenamento espectral seguindo planos de banda atualizados da ITU, IARU e suas associações.

É indicado que clubes locais e grupos especializados de radioamadores participem do processo enviando propostas, como os dedicados a modos digitais, repetidoras analógicas ou digitais, links, satélites, praticantes de DX em frequências altas, DX em HF/MF, concursos, expedicionários, experimentadores de novas bandas, comunicados emergenciais, RENER, montagens eletrônicas, APRS, EME, entre outras modalidades.

Elas serão avaliadas por uma relatoria para elaboração de uma proposta unificada LABRE. O radioamador ainda contará com um segundo momento para colaborar coletivamente ou individualmente através de consulta pública a ser anunciada pela ANATEL.

Assessoria de Imprensa LABRE

Mudanças no Regulamento WPX 2012

O regulamento para o CQ WPX Contest 2012 já está disponível para a comunidade contesteira mundial. O Diretor do CQ WPX, Randy K5ZD postou no blog do WPX um resumo das mudanças no regulamento para 2012. Algumas mudanças são meramente burocráticas, outras tornam oficial o que já era feito durante a apuração, mas uma regra muito sutil foi modificada com um claro objetivo de combater os recentes abusos do limite de potência de saída permitido durante a competição.

image

Mudanças do Regulamento CQ WPX (REgulamento 2012)


REGRA NOVA: (c) Entrants must not exceed the maximum output power specified by their license, or the power limit of their entry category, whichever is less, on any band. Power is measured at the final output connector of the transmitter.

Explicação: Havia alguns questionamentos sobre onde deve ser medida a potência de saída. A resposta sempre foi muito clara: na saída! Porém, alguns operadores consideravam a medida da potência de saída apenas na antena. Assim, justificavam usar potência de saída de vários kilo Watts para “compensar” as perdas ao longo da linha de transmissão. Bem, finalmente a regra ficou clara: potência de saída é medida no conector de saída do rádio ou do amplificador – ponto final.

REGRA NOVA: C. Single Operator Overlay Categories: Single Operator entrants may also submit their log for one of the categories shown below by adding an additional line in the Cabrillo log file header called CATEGORY-OVERLAY. All Overlay entries are grouped into high power and low power in the results.

Explicação: Esta regra esclarece como as categorias Overlay são classificadas para premiação. As categorias Overlay combinam Single Op e Single Op Assisted em uma única categoria dividida apenas entre High e Low Power. Estações QRP são classificadas junto com as Low Power.

REGRA MODIFICADA: (b) Participation is limited to members residing in or operating from a local geographic area defined as within a 275 km radius from center of club area (exception: DXpeditions specially organized for operation in the contest and manned by members).

Explicação: A competição de Clubes existe para dar aos clubes o prazer da competição e para estimular os membros a participarem do contest. A limitação de distância estava causando dificuldade para alguns clubes com membros localizados em áreas menos populosas. O regulamento ainda requer que os membros operem em uma região geograficamente localizada (local), mas agora esta “região local” será determinada pelo Diretor do Contest e não mais limitada a um determinado raio de distância.

REGRA NOVA: (b) Single band entrants are required to include all contacts made during the contest period, even if on other bands. Only contacts made on the band specified in the Cabrillo header or summary sheet will be considered for scoring purposes. Logs with contacts only on one band will be classified as single band entries.

Explicação: Adicionou ao regulamento uma prática que vinha sendo adotada há anos.

REGRA MODIFICADA: XV. Deadline: All entries must be emailed or postmarked NO LATER than April 18, 2012 for SSB section and June 20, 2012 for the CW section. Logs emailed or postmarked after the deadline may be ineligible for any awards.

Explicação: o prazo para envio do log foi reduzido para 3 semanas após a competição.

Recomendações do Comitê do CQWW

Bob Cox, K3EST e Luc, PY8AZTA comunidade contesteira mundial tem se mostrado insatisfeita com o recente crescimento das fraudes e trapaças nas competições radioamadorísticas. Como resposta à um intenso debate a cerca dos pontos mais polêmicos e frágeis das competições internacionais e sobre os quais o Comitê do CQWW deveria ter mais rigor, o Diretor do CQWW, Bob Cox K3EST publicou uma carta aberta com recomendações para que todos promovam o “Fair Play” (Jogo Limpo) no próximo CQWW Contest.

A carta reforça a promoção do Jogo Limpo e deixa claro que o limite de potência total de saída deve ser respeitado em cada categoria, inclusive quando for usado um Amplificador Linear para cada antena. O número de sinais no ar deve ser rigorosamente respeitado em todas as categorias, inclusive deve-se considerar o uso de dispositivos de bloqueio para impedir que mais de um sinal seja transmitido na mesma banda. E finalmente, o Diretor do CQWW dá dicas sobre como descobrir se sua categoria deve ser Assistida ou não.

Abaixo, carta aberta do Diretor do CQWW, Bob Cox K3EST (tradução livre):

Caros Contesteiros,

O CQ WW SSB Contes está se aproximando. As condições recentes tem melhorado. O CQ WW + condições melhores foram uma combinação MUITO BOM. Nós todos esperamos que 10 e 15m estarão abertos para o mundo todo.

  1. Fair Play (Jogo Limpo)
    Muitos competidores entram no contest para competir pelos primeiros lugares no seu país, no continente ou no mundo. É muito importante para todos nós promovermos o Fair Play na competição. O Fair Play deve ser observado segundo os preceitos do Código de Ética em Contest e pelas aulas sobre ética do Contest University. Dois pontos relevantes do Código de Ética do Contest são:
    – Eu estudarei e obedecerei as regras de qualquer contest que eu entrar, incluindo as regras da minha categoria;
    – Eu não modificarei meu log após o contest usando fonte de dados adicionais para corrigir erros no indicativo/exchange.
    Ambos os pontos são da mais alta importância para assegurar uma competição justa. O primeiro ponto inclui usar a potência permitida para a categoria que você escolheu. Um participante deve usar a potência máxima permitida para sua categoria: 1500, 100 ou 5 Watts. Nenhuma das categorias High Power podem exceder 1500Watts como potência total de saída em qualquer banda a qualquer momento. Você não pode usar 1500 Watts em cada antena para uma banda.
  2. Embora, o segundo ponto refere-se ao que ocorre após o contest, o Comitê do CQWW Contest considera anti-esportivo “limpar” seu log após o contest usando fontes de dados como gravação, banco de dados de indicativos, etc.
    Quase todo mundo pertence a um club. Os clubes ao redor do mundo podem ajudar a promover o FAIR PLAY nas competições. O Comitê do CQWW Contrest aprovou o Código de Ética de Contest criado pela Fundação Mundial de Radio Operadores (World Wide Radio Operators Foundation). O código pode ser encontrado aqui. A leitura do artigo “Contesting the Right Way” escrito por K1DG é parte do conteúdo do Contest University. Ele pode ser encontrado aqui.
    As duas fontes podem ser usadas para criar um programa a respeito de ética/FAIR PLAY do Clube. Se seu clube precisa de ajuda para desenvolver um programa, por favor contate o Comitê do CQWW pelo email questions@cqww.com.
  3. Número de sinais permitidos
    Se você entrar em uma das categorias Single Operator, só será permitido apenas um único sinal no ar a qualquer momento. Se você entrar em uma categoria Multi-Operador, será permitido apenas um único sinal na banda a qualquer momento. Como você pode prevenir dois sinais na banda a qualquer momento? A informação a seguir deve ajudar as multi-estações a solucionar este problema.
    – Instalar um dispositivo de bloqueio.
    – Várias soluções foram fornecidas para o Comitê do CQWW Contest. Nós gostaríamos de agradecer: AD5X, LZ2GL, N6TV e W9ZRX por fornecer informações sobre dispositivos de bloqueio.
    – Para ser as soluções, visitem o site www.cqww.com, olhem no item RESOURCES, vão encontrar toda a informação de que vocês precisam.
  4. Assistido
    O aumento da premiação para as categorias Assistidas encorajou os participantes a entrar nestas desafiadoras categorias. Porque não participar nestas categorias assistidas e tentar ganhar um certificado ou estabelecer um novo recorde? Nós estamos muito confiantes que os participantes dedicaram algum tempo para entender o que assistido significa. Nós continuaremos expandindo o programa de certificados para todas as categorias assistidas.
    Vamos novamente deixar claro quando você deve se DECLARAR na categoria ASSISTIDO:
    Pergunte a você mesmo as seguintes questões:
    Você receber ajuda para descobrir o indicativo de qualquer QSO no seu log?
    Não, eu não recebi ajuda para descobrir/encontrar qualquer QSO no meu log = Categoria Single Operator
    Sim, eu recebi ajuda para descobrir/encontrar qualquer QSO no meu log = Categoria Assistido
    Se você tiver qualquer dúvida sobre qualquer se declarar Assistido, por favor contate nos em questions@cqww.com.
  5. Divirta-se! Diversão é o que realmente interessa! Muita atividade e países = muita diversão!

73, Bob, K3EST
CQ WW Director

Participe do Oceania DX Contest 2011

oceaniadxcontestNos próximos dois fins-de-semana, teremos o charmoso e desafiador Oceania DX Contest (OCDX). Nos dias 1-2/Outubro, será a etapa em SSB e nos dias 8-9/Outubro será a vez dos cedablistas tomarem conta das bandas. Com a recente melhora da propagação, certamente este será o melhor OCDX dos últimos anos.

Esta é uma oportunidade única para fazer QSO com várias estações raras da Oceania em menos de 24h. Além de estações como VK, ZL, YB, entidades como Vanuatu (YJØVK) e Christimas Island (T32C) estarão dando sopa em todas as bandas.

A organização do OCDX está dando algumas dicas para os participantes:

1. Para promover mais atividade em 160m, eles sugerem aos operadores procurarem por QSOs entre 1855 e 1865kHz aos 15 e 45 minutos de cada hora enquanto for noite para as estações da Oceania.

2. Em 40m, os operadores estarão ouvindo acima de 7128 para estações da América do Norte.

Resumo do regulamento do OCDX para 2011:

SSB: 0800z Sábado às 0800z Domingo (1-2/Out)
CW: 0800z Sábado às 0800z Domingo (8-9/Out)

Estações da Oceania trabalham todo mundo, Estações fora da Oceania trabalham apenas estações da Oceania

Bandas: 160m a 10m (excluindo as bandas WARC)

Exchange: RS(T) + número sequencial

Pontos por QSO: 20pts por QSO em 160m; 10pts em 80m; 5pts em 40m; 1pts em 20m; 2pts em 15m; e 3pts em 10m.

Score final: É a soma de todos pontos por QSO multiplicado pelo número de prefixos trabalhados.

Categorias:
Single Operator All Band Low Power (max 100W)
Single Operator All Band High Power
Single Operator Single Band Low Power (max 100W)
Single Operator Single Band High Power
Multiple Operators and Single Transmitter (apenas um único sinal transmitido em qualquer momento)Multiple Operators and Two Transmitters (não mais que dois sinais transmitidos em qualquer momento ou banda)
Multiple Operators and Multiple Transmitters (não mais que um sinal transmitido por banda)
Shortwave Listener (rádio escuta) All Band

Todos os logs devem ser enviado como anexo no formato cabrillo até 7 de novembro para ph@oceaniadxcontest.com (SSB) e cw@oceaniadxcontest.com (CW).

Mais informações visite http://www.oceaniadxcontest.com/index.html

Fonte: Oceania DX Contest Committee: ZL1AZE/VK3MI, ZL3GA, VK2HN, VK3TZ, VK4TI, VK6DXI, VK7GN

Atualização do Regulamento CQWW 2011

O Comitê do CQWW atualizou o regulamento da competição mundial em 2011. O foco desta atualização está nas categorias Multi-Operadores que usam mais de um rádio na mesma banda. A partir deste ano, todas as estações de competição com mais de um rádio na mesma banda devem usar um dispositivo físico ou de software que limite a um único sinal transmitido em cada banda.

É certo que o radioamadorismo de competição é uma das modalidades que está no estado da arte da tecnologia. Mas a tecnologia não deve ser usada para burlar as regras. O novo regulamento do CQWW não impede o uso de vários rádios por banda, ele simplesmente deixa menos espaço para trapaças, fazendo com que seja responsabilidade dos operadores que apenas um único sinal seja transmitido por banda a cada momento.

Há décadas estações Mult-Op Mult-TX (M/M) usam vários rádios na mesma banda. Estações como K3LR, K1TTT, KC1XX, W3LPL usam pelo menos dois rádio por banda. Enquanto um rádio está fazendo CQ, outro operador procura por multiplicadores na mesma banda. Isto é possível usando um sistema de “interlock”, que bloqueia o segundo rádio quando o primeiro está transmitindo.

Nos últimos anos, o uso de mais de um rádio por banda tem crescido. O avanço da tecnologia está tornando mais acessível o uso de vários rádios por banda. Várias estações Multi-Op Single-TX (M/S) e Multi-Op Two-TX (M/2) já usam dois ou mais rádios em algumas bandas e nem sempre usam um interlock. Recentemente, o Russian DX Contest utilizou gravações realizadas por SDR (Rádio Desenvolvidos por Softtware) para declassicar algumas estações por terem mais de um único sinal por banda.

A atualização do regulamento do CQWW 2011 foi sutil. A exigência de apenas um sinal por banda já estava lá há décadas. O que mudou foi a orbigatoriedade do uso de um dispositivo de hardware ou software que limite mais que um rádio transmita ao mesmo tempo na mesma banda. Com este “remendo” no regulamento, espera-se espantar aqueles que desconhecem o limite entre jogo limpo e trapaça.

Mudanças no Maratona DX do GADX

Maratona DXAtendendo a várias sugestões de Maratonistas e também objetivando retribuir o apoio de nossa comunidade de DX, resolvemos ampliar o nosso regulamento original para oferecer mais opções de competição aos Dxstas Brasileiros. Estamos anexando o novo regulamento enfatizando que sempre estaremos abertos a novas sugestões. Aproveito o ensejo para agradecer a nosso companheiro J.Marcio PY4OG pela cooperação na elaboração das novas regras.

Muito obrigado pelo constante apoio.
Um abraço a todos
Atilano, PY5EG

Abaixo, novo regulamento:


Regulamento Trofeu Maratona de DX do GADX (48,6 KiB, 213 hits)  Regulamento Trofeu Maratona de DX do GADX


Russian DX Contest com mais novidades em 2011

UT1KWA, Estudantes da Ucrânia no RDXC 2010Criado em 1997, o RDXC trouxe conceitos novos e modernos às competições internacionais que o transformaram em um dos maiores contest organizados fora dos Estados Unidos. Mantendo a tradição da inovação, o Comitê do Russian DX Contest anuncia o novo regulamento cheio de novidades!

Competição de Clubes. Apesar da ideia não ser nova, a CQ Magazine já faz uma competição de clubes, o regulamento do RDXC aperfeiçoa o conceito. o RDXC premiará o Clube ou Grupo que atingir a maior somatória de pontos entre suas estações participantes, porém não limita a distância máxima entre as estações do mesmo clube (no CQWW e CQWPX o limite é 275km), inclusive as estações podem competir juntas como clube mesmo estando em países diferentes.

O RDXC 2011 está introduzindo um conceito inédito em competições internacionais. O participante na categoria Single Band (Banda Única) poderá concorrer em várias bandas. Vamos explicar melhor, o mesmo competidor poderá concorrer Single Band 20m e Single Band 80m separadamente. Para tal, ele precisa enviar um log para cada categoria. Como isso será feito? O Regulamento indica que nestes casos, o nome do log deve ser “IndicativoUsado_Banda.log”, por exemplo py8azt_20.log e py8azt_80.log ; desta forma o mesmo participante concorrerá separadamente nas categorias SOSB20m e SOSB80m. Segundo os organizadores, o objetivo das mudanças é “trazer mais diversão e nivelar os competidores”.

Outra novidade no regulamento é claramente uma ação contra os trapaceiros:

  • Os competidores com potencial para ficar entre os 3 primeiros lugares em sua categoria devem enviar seu log indicando a exata frequência que os QSOs foram feitos, coletadas diretamente do rádio pelo CAT System.
  • Os participantes Low Power e QRP devem claramente descrever o equipamento usado, antenas em cada banda, elevação sobre o nível do mar, tipo e comprimento do cabo coaxial.

Além disso, quem estiver interessado em concorrer entre os 3 primeiros colocados, devem enviar seu log até 36 horas após a competição. Os demais participantes terão 14 dias para enviar seu log. No regulamento não está claro se quem não enviar o log em até 36h será desclassificado ou simplesmente não receberá premiação alguma.

Regulamento RDXC 2011